Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2009

II Congresso Fora do Eixo. Rio Branco - AC

Imagem
O que é o Fora do Eixo?
O Circuito Fora do Eixo é uma rede de trabalhos concebida por produtores culturais das regiões centro-oeste, norte e sul no final de 2005. Começou com uma parceria entre produtores das cidades de Cuiabá (MT), Rio Branco (AC), Uberlândia (MG) e Londrina (PR), que queriam estimular a circulação de bandas, o intercâmbio de tecnologia de produção e o escoamento de produtos nesta rota desde então batizada de Circuito Fora do Eixo.

A rede cresceu e as relações de mercado se tornaram ainda mais favoráveis às pequenas iniciativas do setor da música, já que os novos desafios da indústria fonográfica em função da facilidade de acesso à qualquer informação criou solo ainda mais fértil para os pequenos empreendimentos, especialmente àqueles com características mais cooperativas.


PROGRAMAÇÃO


Segunda feira (21/09)
19 horas
*Abertura com a apresentação das regionais do circuito fora do eixo no Horto Florestal
20 horas
*Show no Horto Florestal com Verônica Padrão, Danah e os …

Fortaleza se mobiliza em prol da Cultura

Imagem
Iniciativa integra um movimento nacional realizado para aprovar projetos de leis que já tramitam no Congresso Nacional
A Secretaria de Cultura de Fortaleza (Secultfor), órgão municipal que responde pela Secretaria Executiva do Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes de Cultura das Capitais, convida a todos e a todas para um café da manhã, próximo dia 21 de setembro, às 8h, no Passeio Público, a fim de mobilizar a sociedade civil organizada (artistas, produtores, entidades representativas, fóruns de linguagens, ativistas, movimentos sociais) em torno da aprovação das propostas referentes à Cultura que já tramitam no Congresso Nacional. São elas:

1 - Os Projetos de Emenda Constitucional (PEC´s);
1.1 - PEC 150, que propõe a vinculação orçamentária para a cultura de 2% junto ao Governo Federal, 1,5% nos estados e 1% nos municípios;
1.2 - PEC 236, que propõe inserir a cultura como direito social no capítulo II da constituição;
1.3 - PEC 416, que cria o Sistema Nacional de Cultura;
2 - Pr…

III Conferência Municipal de Cultura

Fortaleza realiza a III Conferência Municipal de Cultura
03/09/2009


A Conferência Municipal de Cultura de Fortaleza é um espaço de consulta pública, reconhecido e convocado pelo Poder Executivo Municipal, onde a sociedade civil e os representantes governamentais debatem princípios e diretrizes a fim de orientar a política e a gestão municipais da Cultura. A proposta central é estabelecer, de forma participativa e democrática, um novo modelo de gestão que, após as reformulações institucionais necessárias, vem reorganizar o papel do poder público municipal e da sociedade civil na área cultural.

Com o tema geral “Cultura, Diversidade, Cidadania e Desenvolvimento”, a III Conferência Municipal de Cultura de Fortaleza será realizada nos dias 27, 28 e 29 de outubro de 2009. Desde já, é o momento de afirmarmos a Cultura como política de Estado, e não de governos. Daí a importância da participação de todos e todas no ciclo de debates preparatórios para a III Conferência Municipal de Cultura, q…

Fortaleza elabora plano de ação para patrimônio histórico e cultural

Imagem
Fortaleza elabora plano de ação para patrimônio histórico e cultural da Cidade
04/09/2009


A secretária de Cultura de Fortaleza, Fátima Mesquita, e o Coordenador de Patrimônio Histórico e Cultural da Secretaria de Cultura de Fortaleza (Secultfor), historiador André Aguiar Nogueira, explicam que o Plano de Ação para as Cidades Históricas é um instrumento de planejamento integrado para a gestão do patrimônio cultural, com enfoque territorial, que deve definir objetivos, ações e metas para orientar a atuação integrada do poder público, em suas diferentes instâncias, setor privado e sociedade civil organizada.

“A ideia é que o Plano não se restrinja ao perímetro protegido ou ao conjunto de bens tombados; deve considerar a dinâmica urbana no seu todo, tornando-se um documento abrangente”, diz. “Esse é um primeiro passo para a humanização da Cidade. A nossa prioridade é restaurar os bens porque eles têm significado para as pessoas; não se trata de recuperar cal e pedra, mas sentimentos que …