Direto do site do MINC

06 de junho de 2011
Nova estrutura do MinC


Claúdia Leitão é nomeada e assumirá a Secretaria de Economia Criativa, em processo de criação no MinC
O Diário Oficial da União (Seção 2, página 1) desta segunda-feira (06) publicou a Portaria de nomeação de Claúdia Leitão para a Secretaria de Identidade e Diversidade Cultural do Ministério da Cultura. Leitão assumirá como titular da nova Secretaria de Economia Criativa, que se encontra em processo de criação dentro da nova estrutura do Ministério.
Doutora em Sociologia pela Université de Paris V (1993) e mestre em Sociologia do Direito pela Universidade de São Paulo (1988), Claúdia Leitão entra para a estrutura do MinC para desenvolver projetos e programas voltados para a economia criativa.
Dentre os objetivos da nova Secretaria de Economia Criativa do MinC estão a capacitação técnica e de gestão dos profissionais criativos, principalmente nas regiões com menor desenvolvimento econômico no país, e o aumento nas linhas de crédito oficiais para fomentar os empreendimentos criativos.
A economia criativa tem se destacado como ponto estratégico para o crescimento e o desenvolvimento econômico e social de países desenvolvidos e em desenvolvimento, seja através da geração de trabalho, emprego e renda, seja por meio da promoção da inclusão social, da diversidade cultural e do desenvolvimento humano. “Acredito que o fomento aos setores criativos pode ser uma alternativa concreta de redução das desigualdades entre as regiões brasileiras porque os empreendimentos criativos demandam pouco investimento financeiro e utilizam insumos que temos em abundância: riqueza e diversidade cultural”, afirma Cláudia Leitão.

Prêmio de Gestão Pública

Graduada em Direito pela Universidade Federal do Ceará (1981) e em Educação Artística pela Universidade Estadual do Ceará (1986), Leitão foi pesquisadora do CNPq, professora do Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Sociedade da Universidade Estadual do Ceará (UECE) onde liderava o Grupo de Pesquisa sobre Políticas Públicas e Indústrias Criativas. Ainda na Universidade Estadual do Ceará foi coordenadora do Mestrado em Administração, onde estruturou e coordenou o Mestrado Profissional de Gestão de Negócios Turísticos, assim como o Curso de Especialização em Gestão Cultural.

Claúdia Leitão foi também diretora Regional do Senac/CE nos anos de 2001 e 2002 e secretária da Cultura do Estado do Ceará no período de 2003 a 2006. Sua gestão foi reconhecida nacionalmente com a concessão, em 2006, do Prêmio Cultura Viva, do Ministério da Cultura, quando a Secult-CE conquistou o 1º lugar na categoria Gestão Pública pela implantação do programa Valorização das Culturas Regionais (junho de 2006). A administração de Leitão também rendeu à Secretaria de Cultura do Ceará o 1º lugar na categoria experiência de Gestão pelo projeto Cultura em Movimento-Secult Itinerante do Prêmio Pensarte de Gestão Cultural, promovido pelo Instituto Pensarte de São Paulo. Ainda à frente da Secult-CE, Claúdia Leitão desenvolveu programas pioneiros, tais como o Selo de Responsabilidade Cultural para empresas, o Programa Agentes de Leitura e a Lei dos Mestres da Cultura Popular. Leitão é consultora nas áreas de cultura, criatividade e desenvolvimento.

(Texto: Sheila Rezende, Ascom/SID)

Veja também http://www.cearaagora.com.br/noticias/politica/cearense-claudia-leitao-assume-cargo-no-ministerio-da-cultura

Comentários

Postagens mais visitadas